RELACIONADOS





Woman me ( :) aniversário!)

13 de agosto de 2019

Via Tumblr

Você pode ler ouvindo Harry Styles - Woman

Acredito que eu tenha poucas coisas a te dizer, porque eu gosto de falar sobre as coisas que eu sei, conheço ou já vivi, porque eu me lembro muito bem de tudo, e eu gostaria de saber se quando você leu a frase anterior você lembrou da música all too well da Taylor Swift e como ela sempre definiu intensamente quem você era, alguns anos atrás, ela ainda te define nos dias de hoje?

As tuas lembranças ainda passam como um filme no teto do teu quarto, enquanto você pensa muito sobre tudo o que aconteceu e sentiu ou sobre como as coisas que não aconteciam te deixavam brecada? Quer dizer, você ainda encara o teto do teu quarto e sente tudo vindo de uma vez, como uma bola de canhão caindo do céu? Ou fica com a mão no peito, enquanto agradece a Deus por sentimentos tão bonitos e puros que você nunca achou que poderia conhecer?

Você ainda sente e demonstra todos os seus sentimentos para as pessoas que cativam você? Ainda dói sentir quando as pessoas te julgam por você ser assim? Totalmente entregue?

Você lembra de quando você fez um mapeamento cardíaco do teu futuro? É que em cada pequena atitude, passo e estrada que percorreu e percorreria você colocaria teu coração, e sempre foi sobre isso, fazer tudo com amor, como a música do Jb “don’t do nothing at less your heart’s on it”.

Você ainda é assim? Eu acredito e espero que sim, porque eu sempre fui apaixonada e uma admiradora nata da tua essência, porque ela é de sentimento purinho, e você nunca a perdeu.

Porque quando você começou a crescer, ver o mundo e as pessoas, entender um pouco sobre cada coisa e viu que a vida era muito sobre como você era, ou via as coisas e sentia o impacto que cada pessoa tinha na sua vida, você descobriu que era esse o impacto que queria que as pessoas tivessem de você: alguém que deixou uma marca boa, alguém que sempre fez tudo com o coração, alguém que sempre aceitou a dualidade do sentir – a sua glória e a sua derrota.

Porque quando se trata da sua história, a protagonista é você, mas você sempre deixou o teu coração brilhar e escrever, em manuscrito, com cada pequena letra e jeitinho que é somente dele e somente seu, porque quando se trata de você... é apenas sobre o seu coração.

Provavelmente, tenha ficado um pouco mais difícil, você tenha tido muitos momentos ruins, e se por acaso você estiver passando por um agora, por favor, lembre-se que vai ficar tudo bem. Sempre ficou. 
E eu estou aqui.

Então, você sempre foi uma garota com um pouco mais de bagagem, espero que o peso dela tenha aliviado com o tempo, porque agora dói um pouquinho mais do que eu gostaria, e se ela ainda estiver pesada, e com muitas novas histórias, sentimentos e dores, tá tudo bem ainda assim, você sempre foi capaz de fazer e ultrapassar qualquer coisa que acontecesse, mesmo quando foi muito difícil, mesmo quando é foda.

E quando é difícil, você ainda veste aquela pinta de inquebrável que só você tem quando está totalmente destruída por dentro? Se aplica na maquiagem, põe teu vestido mais justo, o salto mais fino e capricha no batom vermelho, só pra não deixar que as pessoas vejam o seu estado de graça abalado? E o teu cabelo continua sendo a tua força e acariciá-lo ainda te traz paz e inspiração quando está em pedacinhos? Quer dizer, você ainda se quebra tanto quanto antes?

Você continua escrevendo sobre os seus sentimentos e como eles podem te deixar meio impulsiva e louca aos olhos de quem não sente como você? Você ainda escreve e sorri feito boba em poder descrever cada pequena sensação, cada toque, cada beijo, sorriso, transa ou carinho? Você ainda projeta todos os teus sentimentos pra fora quando escreve? E ainda sai por aí, se jogando no colo das pessoas, só pra ver qual vai ser a reação delas diante de quem e como você é?
Você ainda ama quem você é?

Porque eu amo. Muito. E espero poder ter o prazer de te conhecer daqui a cinco anos e confirmar o que sinto hoje: você ainda é sentimento purinho, e se, por um grande acaso ou alguma dor imensurável, você tenha esquecido disso, esta carta vai te fazer lembrar.

Porque eu lembro muito bem como eu estava completamente perdida, sozinha e destruída esses dias e uma carta que escrevi me fez lembrar de mim, e eu espero que, por favor, você nunca, em hipótese alguma, se esqueça.
Porque eu me lembro de tudo muito bem.
20 de fevereiro de 2019


Uma carta para as garotas com pais alcoólatras

10 de agosto de 2019

Via Hollywood Life



Tem sido dias difíceis, meses, talvez anos, ou até mesmo uma década e meia, ou duas décadas em um dia só, é porque parece que toda a sua vida passa diante dos seus olhos quando você pensa em quem ele é, quem ele se torna, e o que você sempre imaginou e sonhou que ele fosse.

É isso o que a gente faz: sonhamos, esperamos por dias melhores, porque ele deveria ser o nosso alicerce e inspiração, o nosso herói e nosso colo, e ele se transforma toda aquela coisa obscena e contrária ao que sonhamos, cada vez que ele toca na garrafa, e você precisa se segurar, com o choro entalado, tentando não pensar como a frase "por favor, pai, abaixe essa garrafa pelo amor de sua filha" descreve uma parte de você desde os seus primeiros meses.

Foram anos difíceis, para você, para ele, para toda a família... 

O arrependimento, a culpa, quando ele não se lembra do que fez, do que disse, que ele quase agrediu você, ou que ele te renegou, ou que você precisou carregá-lo, mesmo sentindo tantas dores físicas e acabou parando no hospital, por estar sozinha e não ter um socorro, ou como a sua mãe, sua avó, seus irmãos sempre tentaram te acalmar, porque você sempre foi sensível, manteiga derretida e o seu sentimental sempre afetou o seu estado físico.

É um ciclo vicioso que tem se arrastado, ele quase morreu, passou dias internado perdendo sangue, ele agrediu sua mãe inúmeras vezes e você nem podia fazer nada, quantas foram as vezes em que você disse a ele que ele estava perdendo a família dele, perdendo você? 

Vocês choraram, sofreram, e você o desculpou porque você o ama, mas ele fez novamente, e mais uma vez você o perdoou, apesar de que você deixou de aceitar que certas coisas voltassem a acontecer, porque você cresceu e seus irmãos também.

E eu também cresci, estou aqui para te dizer que: vai ficar tudo bem, respira fundo, se tranca no quarto, abraça sua mãe, vai pra casa de alguma amiga, chora no colo da tua irmã... vai ficar tudo bem.
Amanhã ele te pede desculpa de novo, e você o perdoa porque o ama apesar de.

E mesmo com todos os defeitos, mesmo estando magoada, você ainda consegue enxergar o pai maravilhoso que ele é quando não está bêbado, porque ele cuida de você, te protege, te ama, mesmo que não tenha costume de demonstrar.

Você aprendeu a conviver com a tensão por não saber quando vai ser o próximo episódio, você reza, ora, conversa com o Papai, e pede que Ele liberte-o desse vício, mas você nunca sabe o que precisa fazer para que alguma das suas orações sejam atendidas.

E você o perdoa, porque, mesmo depois de todas as lembranças ruins e machucados que ele te causou...
você consegue lembrar de como ele era o melhor quando ele brincava até você dizer que o amava do tamanho do mundo, e abria seus bracinhos finos o tanto que podia mostrando o tamanho do seu amor, só para depois cair dentro do abraço dele.

Perdoe-o,
pelo amor da filha que você é.

Sou Grata

9 de agosto de 2019

@_iasmimsantos

Eu te perdoo,
pelos seus erros,
suas falhas,
suas cicatrizes,
dores,
desilusões,
desamores,
pela realidade que, às vezes, te suga,
pelas vezes que o egoísmo ou a sua abnegação te magoaram de alguma forma,

Me perdoe,
porque a sua intensidade, sensibilidade e fragilidade te trazem a dualidade de cada um desses sentimentos,
cada coisa boa,
ou ruim,
elas foram necessárias.
têm sido,
mesmo que machuque,
te entorte, envergue,
e às vezes até te quebre,
tem sido necessário,
as pérolas são feitas através de atrito,
como você tem sido pelo seu silencioso grito,
mudo, engasgado,
como alguém olhando fixamente para alguma coisa,
e sem dizer uma palavra,
deixa que todo o baque
da glória (e da coisa contrária a isso) de ser quem se é:
frágil, incrível, impossível,
e singular.

E por isso eu te amo,
por todas essas coisas,
e todas as outras que te fazem você ser quem você é,
e que ninguém precisa saber,
ou conhecer,
porque somente a solitude permite o autoconhecimento,
e o amor próprio é como um texto que para ser escrito
precisa ser idealizado e construído, em cada pequeno frase, oração, com seus erros e seus acertos,
como um texto inacabado,
que continua mesmo depois que o escritor pare de o escrever,
como o amor que continua sendo amor,
mesmo que você não o diga,
mas eu o disse, e você já sabe,
e por tudo...
eu sou grata.

Tudo bem não está tudo bem,
tudo bem sentir muito,
eu me perdoo,
eu sou grata,
e
eu me



________________________________________________________________________________
Sinto Muito,
Me perdoe,
Eu Te Amo,
Sou Grato.
IASMIM SANTOS
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL