RELACIONADOS



categorias

30 de julho de 2018

@mike



e sua boca tem gosto de algodão doce, e também se desfaz na minha boca
e seus olhos são azuis como o mar,onde eu sempre vou afundar

porque você sempre foi você
e sempre foi destinado a ser meu,
mesmo não sendo meu

seus olhos já molhavam meus pés, desde a primeira vez que te vi
e eu era só uma menina,
sem sal
mas sua boca sempre teve o meu tom de rosa predileto
e o gosto de quem me pertence
ou pertencia 
ou pertenceria um dia

dia esse que é hoje,
e
eu já sou uma mulher,
e seus olhos já banham meu corpo,
e você viu encanto na forma que eu vejo a vida
e como encaro as coisas
até mesmo como meu sorriso é mais bonito através da dor

sua boca ainda tem gosto de quem me pertenceu, pertencia, 
e quem provar,
depois de mim,
saberia.


(Essa poesia foi feita com muito carinho a pedido do leitor Mike, o que acha de ter sua história aqui também? Rsrs)