RELACIONADOS



categorias

11 de março de 2019

@ly

via reprodução google/essa foto é sua? ♥

Você pode ler ouvindo Beyoncé feat. Blue Ivy - Blue.



Teu sorriso é lindo.
Teu carinho é lindo.
Teu abraço também é.
E você mais ainda.

Você me cativou, assim, em menos de dois minutos.
Porque ficou me olhando, sorrindo com os olhos e me abraçando e beijando todo o meu rosto, enquanto segurava minhas bochechas com suas mãozinhas macias, e encheu de marcas suas o meu rosto, queixo e coração.

Acho que porque você entrou na minha história, e provavelmente você nem tenha noção disso, por ser tão pequena, mas, pode ter sentido o que eu senti também. Um reencontro. Porque você despertou a little me que existe em mim, porque você me fez lembrar exatamente de como eu era e o que ainda sou.

Os teus olhinhos curiosos e suas mãos que tudo tocam, tudo sentem e tudo querem conhecer, até tua voz doce e falha com a dicção um pouco defeituosa e sua boca, comedida, que ainda não aprendeu a semântica de cada letra e o som de cada palavra, me fizeram lembrar de quem eu era, o quanto eu cresci e o que não mudou em mim.

Eu perdi o meu medo de falar, aprendi a me expressar bem, cativar pessoas da mesma forma doce que você me cativou, e a afastar pessoas da forma que, provavelmente, você ainda não conhece: simplesmente sendo sincera sobre tudo.

Eu cresci e fui me adaptando ao mundo e as pessoas a minha volta, percebendo o que eu devia ou não, aprendendo sobre o mundo, as pessoas, a vida e que é tudo sobre nunca deixar que os fatores externos afetem quem você é.

Eu cresci, mudei, me transformei várias vezes e em coisas diferentes. Eu já fui flor e senti a delícia e a dor de ter algumas pétalas queimadas, já fui muita dor e conheci as duas faces de mim, aonde eu aprendi a lidar com cada pequeno obstáculo e machucado com o peito aberto, já fui borboleta e conheci os efeitos do bater das minhas asas, já fui esperança, gratidão e fé, e eu também Jaz... mim, mas nunca deixei de ser amor.

E eu te escrevo essas coisas, mesmo que você não as entenda agora, para te dizer que: não deixe nunca que o mundo e as coisas que você vai ver afetem quem você é, não permita que as coisas externas destruam o teu encanto e alegria pelas pequenas coisas, porque no fundo é tudo sobre quem você é e como deixa que as pessoas a sua volta impactem você.

É inevitável se abalar, às vezes, ficar um pouquinho abatida e achar que a dor não vai passar nunca, mas passa, o tempo realmente é rei e você vai percebendo aos poucos, quando vai crescendo, que tudo realmente passa. Tanto a dor quanto nossas oportunidades de sentir e demonstrar amor.
Por isso, sinta tudo e viva aqui e agora.

Como as suas mãozinhas que acariciam meu rosto, sua boca pequena que beija meu queixo, seu sorriso que me abraça tanto, seus abraços que me ganharam, e seu coração que me conquistou, por você ser quem você é.
A little you.

___________________________________________________________________________
A história de hoje é um pouco diferente, é sobre o que vocês são capazes de me proporcionar, apenas sendo vocês... 
Toda segunda-feira eu escrevo sobre vocês aqui no blog, você me conta a sua história e eu escrevo sobre ela. Quem sabe a próxima história é a sua?

Nenhum comentário:

Postar um comentário