RELACIONADOS





Uma carta para as garotas com pais alcoólatras

10 de agosto de 2019

Via Hollywood Life



Tem sido dias difíceis, meses, talvez anos, ou até mesmo uma década e meia, ou duas décadas em um dia só, é porque parece que toda a sua vida passa diante dos seus olhos quando você pensa em quem ele é, quem ele se torna, e o que você sempre imaginou e sonhou que ele fosse.

É isso o que a gente faz: sonhamos, esperamos por dias melhores, porque ele deveria ser o nosso alicerce e inspiração, o nosso herói e nosso colo, e ele se transforma toda aquela coisa obscena e contrária ao que sonhamos, cada vez que ele toca na garrafa, e você precisa se segurar, com o choro entalado, tentando não pensar como a frase "por favor, pai, abaixe essa garrafa pelo amor de sua filha" descreve uma parte de você desde os seus primeiros meses.

Foram anos difíceis, para você, para ele, para toda a família... 

O arrependimento, a culpa, quando ele não se lembra do que fez, do que disse, que ele quase agrediu você, ou que ele te renegou, ou que você precisou carregá-lo, mesmo sentindo tantas dores físicas e acabou parando no hospital, por estar sozinha e não ter um socorro, ou como a sua mãe, sua avó, seus irmãos sempre tentaram te acalmar, porque você sempre foi sensível, manteiga derretida e o seu sentimental sempre afetou o seu estado físico.

É um ciclo vicioso que tem se arrastado, ele quase morreu, passou dias internado perdendo sangue, ele agrediu sua mãe inúmeras vezes e você nem podia fazer nada, quantas foram as vezes em que você disse a ele que ele estava perdendo a família dele, perdendo você? 

Vocês choraram, sofreram, e você o desculpou porque você o ama, mas ele fez novamente, e mais uma vez você o perdoou, apesar de que você deixou de aceitar que certas coisas voltassem a acontecer, porque você cresceu e seus irmãos também.

E eu também cresci, estou aqui para te dizer que: vai ficar tudo bem, respira fundo, se tranca no quarto, abraça sua mãe, vai pra casa de alguma amiga, chora no colo da tua irmã... vai ficar tudo bem.
Amanhã ele te pede desculpa de novo, e você o perdoa porque o ama apesar de.

E mesmo com todos os defeitos, mesmo estando magoada, você ainda consegue enxergar o pai maravilhoso que ele é quando não está bêbado, porque ele cuida de você, te protege, te ama, mesmo que não tenha costume de demonstrar.

Você aprendeu a conviver com a tensão por não saber quando vai ser o próximo episódio, você reza, ora, conversa com o Papai, e pede que Ele liberte-o desse vício, mas você nunca sabe o que precisa fazer para que alguma das suas orações sejam atendidas.

E você o perdoa, porque, mesmo depois de todas as lembranças ruins e machucados que ele te causou...
você consegue lembrar de como ele era o melhor quando ele brincava até você dizer que o amava do tamanho do mundo, e abria seus bracinhos finos o tanto que podia mostrando o tamanho do seu amor, só para depois cair dentro do abraço dele.

Perdoe-o,
pelo amor da filha que você é.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IASMIM SANTOS
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL