RELACIONADOS



categorias

25 de abril de 2019

Review O Date Perfeito

@Netflix

Se você quer um filme bonito, com uma mensagem boa, para sorrir e chorar um pouquinho, pode, com certeza, apertar o play em O Date Perfeito, na Netflix.

O filme estreou em 12 de abril de 2019, dirigido por Chris Nelson, contamos com Marc Bienstock e Matthew Kaplan na produção, na equipe técnica Tara Timpone, a montadora e Nancy Nayor como diretora de elenco.

O elenco principal conta com os atores Noah Centineo (o queridinho Brooks Rattigan), Camila Mendes (Shelby Pace), Laura Marano (Celia Lieberman), Matt Walsh (Charlie Rattigan, o pai do Brooks) e Odiseas Gerorgiadis (Murph).

Brooks é o nosso personagem principal. Imagine você ter o encontro perfeito com o cara dos seus sonhos? É o que ele faz: se torna exatamente no que você quer.

O Brooks trabalha em uma lanchonete de fast food, mora com seu pai, o Charlie, que é um escritor.

O Brooks passou os últimos quase quatro anos se esforçando para entrar na faculdade Yale. Porém, como o dinheiro que recebe não é suficiente, e seu pai não tem condições de pagar, depois de ser pago para sair com a Celia Lieberman (a linda da Laura Marano), e no final da noite ela falar, brincando, que ele podia fazer aquilo profissionalmente.

Pensando nisso, ele conversa com o Murph (o Odiseas Gerorgiadis), seu amigo e companheiro de trabalho, que é desenvolvedor de softwares, eles têm a ideia de criar um aplicativo de encontros, em que as garotas escolhem com qual tipo de cara querem sair, para que ele possa conseguir dinheiro para entrar na faculdade Yale.

A partir daí, nós conhecemos vários Brooks: de nerd amante de arte, ou um grande babaca para assustar uns pais conservadores, até ele mesmo, que é um personagem tão complicado de encontrar dentro dele.

O filme é lindo, muito bem produzido e já ganhou muitos corações por aí, o que acha de se dar essa oportunidade?
A experiência pode ser incrível e divertida.

Minha opinião: 

Como sempre, quando se trata dos originais Netflix, eu adorei.

A fotografia do filme está ótima, a trilha sonora perfeita, e o Noah Centineo atuou muito bem, como também a Laura Marano não deixou a desejar, porque a forma como a sua personalidade forte e seu jeito de durona foi se desfazendo e mostrando a garota doce, divertida e singular que ela é, me fez gostar ainda mais da personagem, também por me identificar.

Confesso que achei que choraria mais, até deixei para assistir durante a TPM, mas foi no limite, no grau certinho.

P.s.: se prepare muito para ouvir a carta de admissão dele para a faculdade.