RELACIONADOS





Eu te amo

31 de julho de 2019

@_iasmimsantos


Eu te amo.

Amo seu reflexo no espelho, amo o castanho dos seus olhos, a sua sobrancelha de pelos finos, a sua boca falhada no desenhinho do coração, as suas bochechas cheias, o seu nariz de pulgista, o seu cabelo, a tua pele morena pintada pelo Sol, eu amo você, o seu corpo, o seu coração, amo quem você é.

Com todos os seus defeitos, seus erros, suas falhas, as suas marcas e cicatrizes, desde as manchinhas e arranhões, até as tuas lembranças e cada acontecimento que te marcou, machucou, e transformou, afinal, tudo isso te fez quem você é.

Eu amo cada marca em você, uma por uma, cada cicatriz e ferida aberta, porque todas elas tiveram um peso enorme em você, e isso é a consequência da sua intensidade e da sua forma de ver o mundo, as coisas e as pessoas, porque você sempre espera o melhor, e se fode de formas inimagináveis por isso, que admiro a tua esperança no lado bom das coisas, principalmente das pessoas, já que estas te machucaram tanto.

Eu amo até a tua autodefesa, o fato de que você também já machucou algumas pessoas, mostra os teus erros, a tua imperfeição, a tua capacidade de superar quando se admite falha, fraca e humana e o seu peito aberto ao pedir perdão, em especial quando se perdoa por tudo que viveu e te machucou, e aceita que tudo bem, foi preciso passar por essas coisas, elas te fazem quem você é, e eu te amo por isso.

Eu amo os seus olhos expressivos e o seu sorriso espontâneo, mesmo depois do choro vulgo chuva torrencial, amo as suas mãos que tanto me tocam, me escrevem, me descrevem, me expõem, me deixam inteira e nua no papel, mãos que me conhecem, que tanto trabalham e tanto amam e sabem exatamente como demonstrar.

Eu te amo até quando você erra, porque você aprende, tira lição de cada pequena coisa, mesmo quando erra consciente e inconsequente, isso é um pouco sobre como você é, livre, inteira e entregue.

Amo quando você se constrói e se pinta inquebrável, indestrutível e impossível, enquanto faz alguma maquiagem e arruma seu cabelo, ou até mesmo de cara lavada você enche o peito e dá a cara a bater, porque, às vezes, você consegue sim ser inquebrável, indestrutível e impossível.

E eu amo quem você é. Amo quando você se decompõe, a sua desconstrução, como você continua sendo a melhor versão de si mesma quando está em um salto de madeira de quinze centímetros ou descalça, pisando na grama, e sentindo a energia que a Terra te transmite, e sentindo o vento balançando o seu cabelo.

Amo as suas dores, respeito cada uma delas, amo o seu corpo e como você tem o efeito sanfona, de emagrecer e engordar com facilidade, e tentar sempre ficar bem, seja com umas gordurinhas a mais ou com cada pedacinho no lugar, como se estivesse totalmente vestida, ou nua, com uma silhueta desenhada no espelho do teto do teu quarto, onde você se vê, se enxerga, e isso é muito mais do que apenas sobre o seu corpo físico.

Sou eu que te amo mesmo nos seus piores dias, eu cuido de você e gostaria de poder colocar em uma redoma, quando está tão frágil e difícil de lidar, assim você não se magoaria, nem a mais ninguém, mas está tudo bem, isso é o que nos faz humanos, a nossa fragilidade e suscetividade ao desconhecido e a outrem.

Mas, o que te faz humana também é a sua força, a sua raça, a sua luta, e o que te faz tão diferente de qualquer outro, é o seu coração, a sua essência, quem você é, e somente você sabe como é ser você, e é por isso que eu me amo.

E, principalmente por isso, eu sou grata.

_________________________________________________________________________________

Sinto Muito,
Me perdoe,
Eu Te Amo,
Sou Grato.

6 comentários:

IASMIM SANTOS
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL